Não desista de você

Um dia ouvi uma pessoa dizer algo que me mobilizou tremendamente: “o projeto humano está falido“. E esse texto aqui não é para dizer se eu concordo ou não com essa afirmação, mas sim para expressar o meu horror ao encontrar cada vez mais pessoas que estão desistindo. De-sis-tin-do! Se deixando abandonar, perdendo completamente as esperanças, e não quero dizer com isso que vão se matar, mas que deixam de estar ‘vivas’, entendem? Isso me lembra que Oscar Wilde escreveu que “Viver é a coisa mais rara do mundo. A maioria das pessoas apenas existe…” – e é de cortar o coração, o meu coração pelo menos. 

partir dessa espécie de ‘separação do joio e do trigo’, daqueles que estão na luta pela vida e dos que já saíram de cena, começamos a delinear novos formatos de relacionamentos e de realidade social. Os últimos meses, anos (ou seriam décadas?) têm nos testado ao extremo em termos de superação de dificuldades. É preciso ter foco, uma força de vontade gigante e mais um montão de atributos para se chegar aonde e como se quer viver, ou então sucumbimos dolorosamente, dragados pela crueza das situações. Não temos tido muitas chances de ficarmos a meio termo disso. Do meu ponto de vista aumenta a responsabilidade dos que ainda estão na sua força individual, mas será que sozinhos conseguiremos?

Penso que buscar ajuda e unir-se a outros com os mesmos ideais pode ser um caminho menos instável, até porque, afinal, se está muito difícil sozinho, porque não tentar se unir? Aí entra a importância dos grupos de afinidade, sejam eles religiosos, espiritualistas, esportivos, familiares, etc. Porque apesar do caminho humano ser absolutamente individual, ele não precisa ser exatamente solitário. Sempre vai ser mais fácil se estivermos juntos. Nem que seja para ouvir alguém gritando para você “O vento parou, agora rema com força!“…

Trackback URL

No Comments on "Não desista de você"

Hi Stranger, leave a comment:

ALLOWED XHTML TAGS:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Subscribe to Comments