Estamos nos reconfigurando!

Não me lembro de ter vivido um tempo onde as pessoas se queixassem tanto. Talvez no tempo da segunda guerra? Não sei, ainda não estava aqui encarnada com essa personalidade! O fato é que são muitas queixas, lamúrias, dores, doenças, e principalmente insatisfações. Parece faltar muitas coisas para as pessoas.

O interessante é que também não me lembro de termos vivido um período de tantas oportunidades, revelações, informações, produção, consumo, descobertas e de tanta consciência. As coisas ocorrem e mudam em uma velocidade absurda e o tempo, com certeza todos notam, não ‘rende’ mais como antes. Nossa percepção do tempo e, mais atualmente, até do espaço, está mudando radicalmente. Porém, ainda não estamos adaptados a essas mudanças, estamos nos ajustando e nos corrigindo frente as transformações deste mundo. A vida como a gente conhecia até pouquíssimo tempo atrás quase não existe. O que existe sim é uma ‘nova vida’, com novos valores e referências. Os que nasceram por último, apesar de se mostrarem à vontade nesse mundo, também tem lá seus queixumes.

Claro que existem questões reais e dificuldades, mas isso é inerente a nossa condição e dimensão humana, pelo menos até aqui, nesse ponto da nossa história. Percebemos isso de várias maneiras e muito no nosso corpo físico. São sonos absurdos que nos fazem cochilar em locais e horários teoricamente impróprios, são dores que os médicos não acham, são preocupações com coisas que de verdade não ocorrem, desconfortos em geral, enfim, são muitos sintomas. Mas são sintomas de que? Que tantas queixas são essas? De onde vem isso?

Estamos atravessando um forte período de transição planetária (quem não sabe disso, não é?), mas que exige de nós uma quantidade de energia tamanha, que nos dá essa sensação de cansaço físico, esgotamento mental, turbulência emocional e confusões em geral. Passamos atualmente por uma espécie de reconfiguração energética para que possamos nos tornar aptos para esse processo todo. Estamos recalibrando nossa energia para que possamos, com consciência, ativar novos níveis de Luz. É o famoso Despertar Espiritual que tanto lemos por aí e ouvimos, mas na prática nem sempre entendemos. E não entendemos justamente porque ainda não nos permitimos abandonar velhas formas de existência, por isso que surgem os sintomas que nos resultam em queixas e lamentos.

Deixe as mudanças ocorrerem sem se apegar tanto as suas antigas referências de vida, assim os sintomas vem e passam. Seja grato a esses sintomas, eles estão apenas ajustando a sua frequência energética para uma nova etapa de existência…

Trackback URL

2 Comments on "Estamos nos reconfigurando!"

  1. Cris Coruja
    06/11/2012 at 2:54 pm Permalink

    Que bom esse texto Kety…
    Às vezes me sinto “culpada” de estar tão cansada… exausta melhor a palavra.
    Muitos sabem disso tudo, sobre todas essas mudanças… Mas é sempre bom lembrar!
    Grata pelo incentivo de sair da reclamação e agradecer pelo privilégio de estar “mudando” !!

    Abraços de luz e tranformação,

    Cris Coruja

  2. Maria Lina Guerreiro
    06/11/2012 at 3:32 pm Permalink

    Interessante é que ontem mesmo me aconteceu uma situação ‘tudo a ver’ com esse texto… Porque estamos sempre tão envoltos em problemas e ‘coisas para reclamar’ que quando não temos fica até um vazio.

    Acho que precisamos aprender a lidar com a ansiedade do ‘está tudo bem’.

    Se nos esforçarmos pelo autoconhecimento, os problemas ficam mais fáceis de resolver, ou muitas vezes nem são mais problemas aos nossos olhos e coração.
    E aí, como lidar com isso? Como aceitar que estamos nos resolvendo?

    Ai, ser humano, que bichinho que somos, hein?

Hi Stranger, leave a comment:

ALLOWED XHTML TAGS:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Subscribe to Comments