Dedo na tomada

Por que algumas vezes (se não muitas vezes) colocamos deliberadamente o dedo na tomada? Eu fico pensando… se a gente sabe que vai dar problema ali adiante, por que insistimos em agir contra nossa intuição?

Será que é pra testarmos nossa percepção e depois sairmos por aí dizendo que “ah, realmente não era pra fazer isso”?

Porque assim, né, muitos de nós (sim, você que está aí a me ler e que frequenta a Casa do Conhecimento) temos consciência do que fazemos, do que deixamos de fazer, do que deveríamos e do que não deveríamos fazer. Não temos mais a desculpa do “eu não sabia”. Ainda assim, enfiamos o dedinho na tomada.

Alguém se arrisca a me responder por quê?

Trackback URL

2 Comments on "Dedo na tomada"

  1. Maria Lina Guerreiro
    08/11/2012 at 10:59 am Permalink

    mesmo peregrinos, mesmo buscadores, mesmo centelha divina, mesmo lutadores, mesmo conscientes… somos humanos. não sei quem nos classificou como racionais, somos nós animais emocionais.

  2. J. Roveda Jr.
    08/11/2012 at 11:25 am Permalink

    Como diz a Rita Lee: “Meu querido Sāo Francisco Protegei os animais e ajudai-nos a exterminar da Terra os “bichos” que deles abusam” 😉

Hi Stranger, leave a comment:

ALLOWED XHTML TAGS:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Subscribe to Comments