A gota que faltava…

Há dias em que um pequeno e irrisório acontecimento tem o efeito de uma bomba na nossa vida. É a gota que faltava. Aí a gente explode, ou implode, maximiza tudo, faz drama, sofre e contamina todos ao redor. Mas o ‘show’ acontece não pela situação/gota em si, mas pelo monte de coisas que já estavam lá e a gota derrama…

Talvez o que nos falte é a consciência de que a gota mais importante é aquela que cai a cada pequeno incomodo, a que faz gotejar para fora de nós aquilo que nos perturba na hora. Daí nada transbordaria porque estava lá parado, juntando e aguardando para ser despejado, tudo viria a tona com a verdadeira dimensão que possui. Se ‘gotejássemos’ mais frequentemente, nada ficaria em modo ‘stand by’ dentro de nós, apenas esperando uma oportunidade de estourar e levar tantas outras coisas importantes pelos ares! Uma gotinha aqui e outra lá, bem de vez em quando, não vai machucar ninguém e muito menos causar o derramamento exacerbado das emoções armazenadas. Reduzir, reutilizar e reciclar são conceitos que também servem perfeitamente para a nossa sustentabilidade emocional.

Trackback URL

, , ,

4 Comments on "A gota que faltava…"

  1. Zelly
    09/02/2012 at 10:24 pm Permalink

    Siiiiimmmm!!! 🙂

  2. Sydney
    09/02/2012 at 11:29 pm Permalink

    Uma grande verdade! Sempre lembro de um amigo que, após uma discussão dizia: “vamos pôr uma pedra sobre o assunto.” Um dia, eu disse: “Não, vamos discutir o assunto ou um dia essas pedras todas cairão sobre nós.” É a mesma analogia da gota. Para mim, o segredo está em verbalizar sem dramas, sem maximar (como vc diz) no exato instante em que ocorre. Só não entendo como vc trabalha, cuida da casa, é mãe, esposa, dá aulas e ainda consegue tempo para escrever! Beijos e até a primeira aula!
    Sydney Grassmann

  3. Jeice
    10/02/2012 at 7:53 am Permalink

    Dificil! mas acredito muito que “nao impossivel”

  4. kiki
    10/02/2012 at 9:12 am Permalink

    Kety! Oi!
    Na acupuntura a saúde está ligada a um fluxo de energia que passa através de canais pelo nosso corpo, harmonizando e trazendo bem estar ao nosso ser. Sentimentos do tipo mágoa, raiva , rancor, tristeza , preocupação, medo são como represas desses canais de rio , levando a uma estagnação energética que certamente em algum momento nos leva a alguma explosão mental ou sentimental, mas que no fim das contas nos libera um pouco da estagnação, pois existem pessoas tão represadas que esse tipo de comportamento leva a doenças- miomas , tromboses , câncer e outros. Somos rios em movimento, em direção a uma consciência maior, represar isso só nos causa mal estar. beijos Kiki

Hi Stranger, leave a comment:

ALLOWED XHTML TAGS:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Subscribe to Comments