Cabala e níveis de consciência

O ser humano, segundo a Cabala, tem níveis de consciência distintos. Quanto mais evoluímos, mais próximos de nossa origem divina nos encontramos.

O primeiro dos níveis é o vegetal. O que fazem as plantas exatamente? Comem, respiram, absorvem luz solar, se reproduzem e morrem. Muitas vezes ficamos nesse estado vegetativo de manutenção da vida apenas. De casa para o trabalho, do trabalho para casa e assim vamos nós sendo “transplantados” de um lugar a outro.

O próximo nível é o animal. Dentro desse nível queremos destaque em meio à tribo na qual vivemos. Queremos ser o macho ou fêmea alfa do bando. Nesse estado nos esforçamos para provar que ” o meu é melhor que o seu”. A vantagem em relação ao estado anterior é que aqui temos ambição – o que de nos levar a outro estado evolutivo desde que devidamente cnalizado.

Acima do nível animal, temos o nível da alma. É aqui que o ser humano se diferencia dos demais, por ter consciência de sua individualidade. Reconhece que há algo maior do que ele e busca entender qual o propósito de sua alma.
O nível do espírito é aquela parte de nós sutil demais para existir na matéria, portanto não a acessamos diretamente. É o ponto de contato com a Essência Divina.

Agora pense por um instante no seu dia a dia. Em qual desses níveis você realmente acredita que opera?

Trackback URL

,

2 Comments on "Cabala e níveis de consciência"

  1. Filipe Lucena
    05/11/2011 at 10:59 am Permalink

    Excelente o texto. Faz total sentido!

    Temos que nos policiar para não ficarmos só vegetando… ou querendo provar para todos que somos ‘melhores’ nisso ou naquilo…

    Abraços a todos!

  2. Katia
    08/11/2011 at 12:03 pm Permalink

    Gostei muito do texto, Junior!
    Quanto ao meu nível atual, te conto pessoalmente depois… (rs)

Hi Stranger, leave a comment:

ALLOWED XHTML TAGS:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Subscribe to Comments