Tão perto, tão longe…

Temos alegrias à disposição. Sempre. A questão é que a gente tende  a pensar que alegrias são coisas imensas, duradouras e marcantes na memória. E até são, mas não necessariamente. Não dá para fazer férias inesquecíveis doze vezes ao ano, assim como não dá para ter aquela festa super especial e perfeita toda a sexta-feira, nem aquela hiper noite romântica de arrasar acontecendo de domingo à domingo! E no dia a dia rotineiro, manifestamos a tendência em não valorizar as ‘pequenas’ (?) alegrias e focamos no que é inatingível ou, pelo menos, o que está distante de se atingir. Quando eu ganhar mais eu vou ser mais alegre, quando eu morar fora do país aí é que vai ser legal, quando eu pagar todas as dívidas é que vou poder curtir, e assim o tempo passa, triste e miserável, amargando nossos corações…

Pare tudo agora e pense. O que, nesse instante, pode ser bacana, alegre – mesmo que efêmero – e que está completamente à sua disposição?

Um abraço bem sincero em alguém que está pertinho? Uma fugida até um blog legal para sorrir um pouco? Um carinho no cachorro que está sentado perto do seu pé? Um almoço mais calórico, indulgente e sem culpa? Ouvir a sua música preferida cinco vezes seguidas? Dançar escandalosamente debaixo do chuveiro? Fazer pão em casa e deixar tudo com cheiro de lar aconchegante?

Passamos muito tempo sem ‘grandes’ alegrias, sendo que podemos ter ‘pequenas’ alegrias o tempo todo! Para viver assim é necessário apenas reavaliar os seus conceitos, adequar os valores, estabelecer prioridades e se permitir…

Trackback URL

, ,

8 Comments on "Tão perto, tão longe…"

  1. Raquel
    27/07/2011 at 4:47 pm Permalink

    Legal!!!

  2. Katia
    27/07/2011 at 5:09 pm Permalink

    Lindo texto: adorei…
    Bjs

  3. Zelly
    27/07/2011 at 8:35 pm Permalink

    Esse texto deu um quentinho no coração!! Coisa boa! 😀
    Beijos de alegria,
    Zelly

  4. iara
    28/07/2011 at 7:59 am Permalink

    amei…bjs

  5. Lina
    28/07/2011 at 10:19 am Permalink

    Que texto gostoso, quentinho, inspirador, aconchegante!
    Pra ler todos os dias antes de sair de casa.

    Beijos!

  6. Taís
    28/07/2011 at 12:04 pm Permalink

    Adorei! bjs

  7. claudia C.
    29/07/2011 at 11:04 am Permalink

    Oi querida, muito bom o que escrevestes…reafirmou que o que estou fazendo neste momento me faz feliz!!!!!
    E verdadeiro o que Lina escreveu, “para se ler todos os dias”.
    bjs

  8. Daniel Mezacasa
    30/07/2011 at 2:01 am Permalink

    Adorei o texto Kety. Achei ele muito original, a tua cara! Principalmente o exemplo do pao quentinho perfumando a casa. Beijos e um abraco bem apertado!

Hi Stranger, leave a comment:

ALLOWED XHTML TAGS:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Subscribe to Comments