Equilibre o fervor!

A maioria das pessoas, quando está frente a um grande perigo, desgraça ou tragédia pessoal, se ‘agarra’ a rezar! Pede ajuda até para os outros rezarem, naquele clima de ‘terceirização espiritual’ (que já escrevi aqui). Vai a missa ou ao culto, pede e roga aos céus que lhe seja afastada essa dor… E quando tudo melhora? E quando tudo está ótimo e, as vezes, nem chegou a ficar ruim? Muito poucos lembram de agradecer. E a maioria, quando agradece, é bem rapidinho, quase num reflexo de educação e polidez! E não aplica nem a metade do fervor que já teve no momento triste…

Se a gente se reeduca para se conectar fervorosamente com boas energias (agradecimentos, consciência daquilo que temos de bom, valorização das coisas e pessoas, etc) nós podemos manter um nível energético bacana que diminui consideravelmente as ‘pequenas armadilhas’ nocivas do dia a dia. Assim podemos adoecer menos (fisicamente, moralmente, mentalmente, emocionalmente, espiritualmente e outros ‘mentes’…) e vamos nos manter envoltos em um ‘astral’ bom!

Seja sempre fervoroso na sua conexão espiritual ou religiosa. Com tanta densidade aqui na ‘vida de baixo’, esse pode ser um bom combustível para a gente se projetar para uma vida de alto nível energético!

Trackback URL

No Comments on "Equilibre o fervor!"

Hi Stranger, leave a comment:

ALLOWED XHTML TAGS:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Subscribe to Comments