Procrastinação o Cosmos e você

chaos

Por quantas vezes nós empurramos situações e/ou decisões com a barriga? A gente sabe que tem de dar um sim ou um não, mas fica procrastinando a decisão para amanhã. Quando o amanhã vira hoje, a gente continua empurrando pra amanhã…e assim vamos adiando a procura de um novo emprego, aquela conversa sobre a relação disfuncional, aquela atitude que deveríamos ter em relação a qualquer coisa.

Daí, um belo dia, aquelas coisas que a gente empilha num canto desabam todas de uma vez em cima da gente – clamando uma resolução. É como se o universo dissesse que é hora de aquilo ser limpo e/ou resolvido. Na verdade, quando esse tipo de situação acontece a vida toma por nós as resoluções que deveríamos ter tomado – embora esse processo mande nosso livre-arbítrio para o espaço.

Daí que, enquanto poderíamos ter tomado uma decisão, agora somos obrigados a agir. Normalmente isso acontece na forma de alguma perda.

Lembra do emprego que você não queria mais? Acaba por ser demitido. Lembra do relacionamento disfuncional que precisava de uma conversa? Ocorre uma separação. Lembra da atitude a ser tomada? A confusão se instala.

E isso tudo sem que a gente exerça o menor controle sobre as situações.

O que não percebemos durante essas situações, é que as coisas estão indo embora porque não tem mais nenhuma função (nossa insatisfação em relação a elas era um indício disso). Portanto, da próxima vez em que você empurrar uma decisão com a barriga e ela “magicamente” se resolver sem que necessariamente se atinja o resultado que você esperava, não reclame da perda (porque não é uma perda) mas agradeça ao universo por ter lhe dado mais essa mão a se livrar de tralhas que só comprometiam o seu desenvolvimento.

Trackback URL

,

2 Comments on "Procrastinação o Cosmos e você"

  1. Cláudia
    26/11/2009 at 9:49 pm Permalink

    Júnior! Muito bom este texto, veio em uma boa hora, porque temos o péssimo hábito de ficar empurrando tudo com a barriga.
    Li o texto para algumas pessoas que estavam aqui, que coincidentemente fechou com o assunto que estávamos conversando.
    Isto só vem a confirmar que temos somente o dia de hoje para resolver as questões que nos incomodam, e que o amanhã ainda é incerto, porque tudo depende de hoje.
    Beijos e abraçoso iluminados.
    Cláudia.

  2. Eveline Kupske Schwartzhaupt
    27/11/2009 at 8:13 am Permalink

    Bom dia,
    Muito bom e oportuno esse post, estou passando por algo parecido e serviu para alertar que não posso deixar para amanhã o que preciso resolver hoje, pois poderá ser tarde para resolver.
    Beijos

Hi Stranger, leave a comment:

ALLOWED XHTML TAGS:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Subscribe to Comments