Donos da Verdade

Lá vou eu, mais uma vez, falar das coisas que presencio no meu dia. Afinal, não existe material mais complexo que as relações humanas e ser testemunha das situações não significa ser conivente com elas. Na natureza todos sabem o seu lugar e respeitam as cadeias evolutivas, já o homem… Ah, o homem, sempre defendendo as suas ‘crias’, sejam filhos ou bens materiais.

Chegam para tirar satisfação das coisas que ‘teriam’ acontecido e não respeitam quem está na sua frente, trabalhando! Nem se importam se aquela pessoa que está cumprindo com as suas tarefas tem uma história de vida – e será que ela também não sofreu os mesmos problemas que o seu amado e protegido filho? 

Quando você se coloca como dono/dona da verdade, em algum momento já parou para pensar quais os caminhos que as outras pessoas percorreram até este encontro com você? Talvez essa pessoa não tenha necessidades especiais – como o seu filho -, mas e as necessidades emocionais de qualquer tipo de ser humano, onde ficam?

Alguns pais usam as necessidades especiais dos seus filhos para torná-los intocáveis! Não se dão conta que agindo assim estão sendo muito mais preconceituosos do que os outros? Afinal, seu amado filho pode ser muito mais forte do que você imagina, mesmo possuindo deficiências físicas, e com esta atitude radicalmente protecionista, você o está tornando apenas frágil. Defender um filho não é ficar se posicionando frente as pessoas como se todos estivessem contra ele! 

Façamos o seguinte, antes de nos sentirmos os Donos da Verdade e tirarmos satisfação de maneira agressiva dos fatos ocorridos, devemos primeiro pensar sobre quem está na nossa frente. Que bom seria se pudéssemoss olhar para as pessoas, ver as suas caminhadas e respeitar estes caminhos percorridos. Que tal lembrar de um dos princípios do Reiki:

SÓ POR HOJE, RESPEITAREI A TODAS AS FORMAS DE VIDA…

Trackback URL

, , , , ,

No Comments on "Donos da Verdade"

Hi Stranger, leave a comment:

ALLOWED XHTML TAGS:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Subscribe to Comments