Burrada

ovo

Todo mundo (ou quase) deve ter visto o vídeo da Susan Boyle na internet. Não há nada de novo nisso e há mais ou menos um mês atrás eu já escrevi sobre ela. Mas como o texto não foi escrito aqui e na semana passada eu ouvi umas histórias que falam exatamente disso, resolvi voltar ao tema.

Se você ainda não assistiu ao vídeo, vale a pena clicar no link antes de ler o resto do post, ok? Se você já assistiu, sigamos com o texto.

É incrível a quantidade de pessoas que se fixam apenas no aspecto físico das coisas. Se a gente fizer uma analogia grosseira, é como se uma pessoa gostasse apenas da casca do ovo e não do seu conteúdo. Já imaginou comer a casca e jogar o ovo fora? Pois é, por mais absurdo que pareça, tem gente que faz isso. O mais engraçado disso tudo é que essas pessoas agem dessa maneira mas reclamam depois que o sabor da casca é desagradável.

Bem, a Cabala nos diz que 99% da realidade nos escapa aos cinco sentidos. Tudo o que podemos ver, provar, tocar, cheirar ou ouvir – por mais que isso nos deleite – é somente 1% do que existe. Quando vemos algo ou alguém que nos chama a atenção, que nos atrai, é a Luz (energia divina) contida nesse objeto ou nessa pessoa que encontra ressonância em nós. Mas isso nada tem a ver com a aparência, tem a ver com algo que é tocado internamente.

No entanto, quando gostamos de fulana apenas porque ela tem peitões maravilhosos ou porque beltrano é lindo, sem darmos a menor bola para aquilo que as pessoas trazem dentro de si, estamos a olhar apenas para a casca. É o que tem de mais denso, energeticamente falando. Relacionamentos baseados apenas no aspecto físico sempre trazem uma satisfação momentânea acompanhada de uma grande dor de cabeça depois. Compras por impulso caem no mesmo departamento.

E é aí que as pessoas caem em grandes burradas, porque elas estão prestando atenção apenas no que é transitório, passageiro. E eu conheço pessoas muito diferentes com exatamente o mesmo problema: elas prestam atenção no efeito e não na causa.

Portanto pare de reclamar da vida e de que não existem mais pessoas bacanas e legais por aí e crie outros critérios de avaliação que não apenas a beleza externa.

Trackback URL

, , ,

One Comment on "Burrada"

  1. christine
    26/05/2009 at 4:09 pm Permalink

    Junior !
    Que bom ver novamente um texto teu.
    Como estou estudando acupuntura , o professor de fisiologia constatou que a maioria das doenças da atualidade são devidas ao fato de que somente os aspectos yang são valorizados pela nossa sociedade ( a luz, o dia , a atividade , e o externo ) e menosprezamos os aspectos yin ( a noite , a sombra, o repouso e o interno). Ninguém vive bem só com um desses aspectos , devemos procurar o equilíbrio , então vamos experimentar a introspecção , sentir o nosso mundo interno , aí poderemos valorizar o interior dos outros também.
    abraços para o Junior!
    KIKI

Hi Stranger, leave a comment:

ALLOWED XHTML TAGS:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Subscribe to Comments