Príncipes e princesas…

 

Seguindo o fluxo romântico da série Crepúsculo (Twilight), também estou cor de rosa! Estamos quase com um fã clube. E não é um fã clube de adolescentes de 15 anos, pelo menos não cronologicamente falando. Mas eu e minhas amigas estamos sim, vivenciando através da leitura desta saga os sentimentos que parecem esquecidos na nossa modernidade.

A garota frágil, desastrada, tímida, mulherzinha. O rapaz forte, protetor, romântico e sensível. Sim! Gostamos de nos imaginar mulherzinha e ainda mais poder viver isto de vez em quando. E gostamos sim de homens sensíveis! E isto cabe dentro de um corpo com muita testosterona. Virilidade com sensibilidade! Ai ai ai….

Para as mulheres que muitas vezes esquecem sua feminilidade na correria do dia a dia, a dica é que se permitam acessar este lado “mulherzinha”. E aos homens com H maiúsculo recomendo que se dêem o direito de ler e conhecer a história de um lado masculino sensível. Não existe um vírus que irá contaminar a masculinidade de ninguém. Ou melhor, até tem, porque acho difícil alguém ler essa história e não pensar em sua própria forma de amar. De tratar o ser amado. De honrar a relação. De proteger aquilo que lhe é precioso.

Esta série veio acordar um sonho de muitas meninas: o de encontrar o príncipe encantado, lindo, protetor e amável. Meninos não sonham com princesas?

Espero que os príncipes acordem, por que as princesas estão por aí esperando por vocês. Para aqueles que já encontraram suas princesas, experimentem o poder do amor romântico, antes que outro venha de cavalo branco afastá-la de você!

Trackback URL

, , , , ,

No Comments on "Príncipes e princesas…"

Hi Stranger, leave a comment:

ALLOWED XHTML TAGS:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Subscribe to Comments