Família…

Nos últimos tempos temos ouvido histórias que nos deixam aterrorizados. Crianças que deveriam estar protegidas por seus pais, acabam sendo vítimas dos mesmos. Há algum tempo estava com este assunto na minha cabeça para escrever um post, mas sempre ficava em dúvida, como abordar um tema tão delicado, sem precisar encher o texto de informações trágicas?

Esta semana recebi a revista Superinteressante, da qual sou assinante e – para minha felicidade – em uma reportagem foi abordado justamente este tema, porém de uma forma bastante confortante. Luc Ferry, um filósofo francês, nos diz em seu texto: “Nunca amamos tanto nossos filhos”. Parece controversa esta informação, não é mesmo? Pois não é. Justamente porque estamos cada vez mais amando nossos familiares é que ficamos estarrecidos com estas notícias bárbaras.

Paremos para pensar.

Hoje casamos por amor (ou pelo menos deveríamos). Casando por amar nosso(a) parceiro(a), amamos, conseqüentemente, os filhos gerados dessa união. Na história da humanidade isto é novidade! Antigamente se casava por obrigação, por interesse, por convenção, enfim, o amor era questão de sorte. Segundo Luc Ferry o ser humano é uma das últimas coisas sagradas hoje em dia. O sagrado mudou muito nos últimos tempos, a humanidade já morreu (em alguns lugares ainda morre) por Deus, pátria e revolução. Hoje estes motivos não existem mais. O sagrado hoje reside no ser humano e é somente por outro ser humano que muitos de nós somos capazes de se arriscar.

Espero que continuemos espantados com estas histórias de violência e que elas sejam cada vez mais raras. Que cada um de nós possa fortificar esta nova página da história, onde o amor por outro ser humano seja um ideal pelo qual lutamos (em paz). Abençoada seja a minha família (de sangue e de coração). E a sua também.

Trackback URL

, , , ,

One Comment on "Família…"

  1. ibson lyra
    17/08/2008 at 9:17 pm Permalink

    desde já, agradeço pelos votos de felicidade.
    Realmente, para mim o ser humano é o centro do universo. o antropocentrismo adquirido com o resnascimento para mim é a chave para muitos dos problemas que enfrentamos no planeta, respeitando os filhos de Deus aqui nesse mundo poderemos melhorar o universo.

Hi Stranger, leave a comment:

ALLOWED XHTML TAGS:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Subscribe to Comments