Vermelho sim!

 

Durante toda a semana recebi e-mails variados me convidando a participar de um movimento chamado ‘Segunda Vermelha’. O objetivo é que pelo menos 1 milhão de mulheres celebrem a sua menstruação na próxima segunda-feira, dia 05 de maio, que antecede o Dia das Mães.

Consta que a idéia desse projeto é encorajar as mulheres a se ’empoderarem’ da sua saúde reprodutiva e do seu ciclo menstrual. Pedem que usemos roupas vermelhas, alimentos vermelhos, flores vermelhas e que se discuta a menstruação.

Não entendi bem a escolha da data, embora a segunda-feira seja tradicionalmente o dia consagrado à Lua, não sei se está relacionada ao Dia das Mães (que varia conforme o país) ou com a entrada da Lua Nova – que me parece mais coerente -, o que acontecerá as 09h18m da manhã do dia 05, aos 15 graus do Touro, signo de Terra e associado à Grande Mãe. 

Para quem ainda não sabe, lua e menstruação são simbolismos correspondentes, e antigamente até diziam ‘ela está na lua’ ou ‘ficou de lua’ para definir os dias de menstruação. A palavra menstruação significa literalmente ‘mudança de lua’, tem como sílaba raiz mens, mensis, a medida, a origem da contagem do tempo, e mene (lua). Um mês equivalia a um período lunar, por isso mês e lua tinham nomes parecidos. No latim, menstruus significa ‘mensal’ e apenas em 1873 foi usada a palavra menstruação. 

O ciclo menstrual cumpre o período de mais ou menos 28 dias, o mesmo tempo que a Lua leva para dar uma volta em torno do nosso planeta Terra. A Lua Nova é a fase lunar relacionada a menstruação. Se todas nós mulheres tivéssemos um ciclo regulado, menstruaríamos na Lua Nova e teríamos o período fértil na Lua Cheia. Mas dizer isso numa época de tanta TPM, seria o mesmo que desejar que mulheres descontroladas parassem o mundo por alguns dias, não é mesmo? Então, que aconteçam os ciclos desconectados da natureza e das fases lunares! 

Aliás, se esse dia de celebração servir para lembrar homens e mulheres que menstruar é o normal, já vai ser bem bacana. Infelizmente converso com muitas pessoas que ficam meses sem menstruar – por conta de medicações ou distúrbios – e acham isso ‘normal’. Tem gente que fala que a menstruação atrapalha a vida! Socorro! Com exceção para algumas doenças onde uma intervenção nesse sentido possa – talvez – ser necessária, cadê a integração com o feminino, com a sacralidade do corpo e suas funções?

O ato de menstruar tem sido distorcido ao longo dos anos, e especialmente por nós mulheres, que estamos nos distanciando dessa genuína representatividade do feminino!

Pensem nisso. Pensem vermelho.

 

Trackback URL

, , , , , ,

No Comments on "Vermelho sim!"

Hi Stranger, leave a comment:

ALLOWED XHTML TAGS:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Subscribe to Comments