O uso das ervas

 

Muita gente diz não saber como aproveitar melhor as ervas que crescem em seus jardins ou as que são compradas nos mercados. Além da comum utilização das ervas como temperos – experimente colocar um pouquinho de manjericão na massa do bolo de chocolate – o uso mais popular das ervas provavelmente é feito através de chás!

Mas foi-se o tempo em que eles só eram servidos acompanhados de uma gripe com aspirina! No Brasil até temos o hábito do café, mas podemos substituí-lo facilmente pelos chás. Seja criativo e receba suas visitas com chás gelados no verão – cipreste, limão, capim cidró, damasco -, ou quentinhos e com canela-em-pau para mexer – gengibre, poejo, rosas -, você pode até caprichar nas canecas e nas intenções! E também pode-se fazer os chás/infusões para lavar o corpo após o banho ou também para limpar a casa.

Outra forma de fazer uso das ervas é colocando-as em um saquinho feito com tecido preto. Este saquinho torna-se uma espécie de ‘amuleto mágico’, que guarda a energia correspondente àquela planta, e por isso leve-o sempre junto com você – tipo o tomilho, que traz coragem!

Secar as ervas, fazer um buquê e deixá-las penduradas em algum lugar de sua casa, também é uma forma poderosa de transformar e/ou carregar as energias do ambiente. Buquês de alecrim, hortelã, sálvia, ficam absolutamente perfeitos na cozinha e na sala de jantar. Manjericão e lavanda são ótimos no quarto.

O melhor incenso é feito pegando a erva fresca ou seca e colocando-a sobre carvão em brasa! As ervas podem também, depois de secas, serem reduzidas à pó. Assim, você poderá soprá-las sobre os ambientes, ou até mesmo, sobre você mesmo, com a intenção que corresponde a energia da erva. Dica: não jogue sobre outras pessoas! Mesmo que a pessoa consinta, talvez ela não tenha a real noção do que aquilo representa, então, com raras exceções que só o seu coração poderá saber, experimente apenas em você mesmo. 

Mas qualquer erva deve ser usada sempre com cautela, bom senso e sem exageros, portanto informe-se muito bem de suas indicações.

 

Trackback URL

, , , , ,

No Comments on "O uso das ervas"

Hi Stranger, leave a comment:

ALLOWED XHTML TAGS:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Subscribe to Comments