Refletindo sobre a Sabedoria Infantil

 

Nosso filho tem sete anos e meio, e tem nos surpreendido com frases e textos que servem para todos, e que temos compartilhado com vocês aqui no blog. São frases que nascem da pureza de uma alma que ainda não se encobriu com o cinza das relações vazias.

Há uns dois meses atrás tomei uma decisão muito importante: não permitir – o máximo possível – que nenhum pensamento ou sentimento negativo tome conta do meu coração e mente. 

Você pode estar pensando “Só agora no auge dos seus 41, quase 42 anos, o Jeferson percebeu isso?!” Não! Eu percebi isso há muito tempo atrás, mas ainda não havia entendido como algumas relações hipócritas podem se instalar em nossa vida. Pessoas que nos abraçam só para tirar algo de nós, que se aproximam pensando que temos super poderes e podemos salvar as suas vidas da mediocridade – sendo que tudo isso é bobagem, basta você pedir que você obterá do seu próprio interior. 

Assim, em função de alguns fatos e dessa decisão, eu hoje ligo ou vou falar pessoalmente quando percebo que alguém está sendo desonesto com a sua ou com a minha essência. Vivemos em um mundo real e precisamos perceber – como diz o meu filho –  os Portais do Mundo.

Se você ainda não percebeu os seus Portais, os da sua própria Vida, tenha coragem, respire fundo, assuma os seus atos, purifique seu corpo das ‘drogas da felicidade’, reconheça seu potencial, recorde e honre suas origens, seja verdadeiramente feliz e amoroso. Viva em estado de plenitude.

 

Trackback URL

, , , , ,

No Comments on "Refletindo sobre a Sabedoria Infantil"

Hi Stranger, leave a comment:

ALLOWED XHTML TAGS:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Subscribe to Comments