É antigo, mas ainda é atual!

Mexendo em antigos arquivos, encontrei uma edição da extinta revista Portais, para a qual escrevíamos, Jeferson e eu. Reli  um texto que escrevi em 1998, o ano em que inauguramos a Casa do Conhecimento.  Infelizmente o texto ainda é muito atual…

‘Você já se enganou também?’

‘Tenho ouvido e conversado muito sobre os enganos da Nova Era, e como é comum as pessoas se decepcionarem em suas tentativas de seguirem uma trilha espiritual. Talvez isso aconteça porque somos constantemente influenciados para acreditarmos em modismos esotéricos, objetos mágicos, pessoas com poderes para resolver nossas vidas, grupos que se dizem mais especiais do que os outros. Nossas buscas são projetadas para o que está fora de nós e isto, literalmente, não é esoterismo.

Este é um tempo onde se oferecem “passagens de volta para o seu planeta de origem” logo ali na esquina, onde os de boas intenções mesclam-se com os profissionais, e que para ser um espiritualista, às vezes, basta pagar uma bolada em dinheiro! Não dá mais para se perder tempo com a velha desculpa de que “já se viveu isso numa vida passada e agora é só relembrar”! Vamos nos conectar com o passado sem desrespeitar o presente, pois estudo e profissionalismo ainda, e mais que nunca, são necessários sim.

Ao pensar nas sincronicidades e que tudo tem um sentido, essas armadilhas servem para nos fazer separar o joio do trigo, o bom do ruim, o que é para mim do que não deveria ser para ninguém! Mas até aí é fácil, pois já nascemos com uma certa dose de discernimento e instinto de sobrevivência. Difícil fica quando o mal se apresenta revestido de Luz, e nós, ainda nos nossos vaidosos processos de busca e salvação, nos atiramos para aquela beleza ofuscante! Tão brilhante, que não nos permite enxergar o que está escondido atrás. Tão completa, que basta nos unirmos à determinada idéia/grupo/guru/energia e estaremos a caminho da tão esperada ascensão! Se fosse tão fácil …

Então como nos asseguramos que nossas atitudes são realmente voltadas para a Luz Evolutiva?

No meio deste caos, erroneamente chamado de esoterismo, precisamos cerrar os olhos, tapar os ouvidos, silenciar a boca, porque o Mundo Maior, na sua infinita sabedoria e misericórdia, permitiu que viéssemos com um medidor de precisão máxima: o coração. Como ser um Guerreiro da Luz, se não for pela certeza que há em nosso coração? O que mais pode nos dar esta certeza? É fundamental aprendermos a senti-lo.
 
Encontre seu grupo, reuna-se com pessoas, partilhe energia, compre, aprenda, ensine, mas lembre-se: “Ninguém vai ao Pai, senão através de Mim”. O Cristo que disse esta frase é o mesmo Cristo que vive dentro dos nossos corações, e nós só chegaremos a Deus através de nós mesmos!’

Trackback URL

, , , , , , , ,

No Comments on "É antigo, mas ainda é atual!"

Hi Stranger, leave a comment:

ALLOWED XHTML TAGS:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Subscribe to Comments